Dicas

Sete dicas muito importantes antes de comprar sua porta de madeira

1 – SUSTENTABILIDADE
Pense verde na hora de comprar a sua porta! Madeiras provenientes de reflorestamento ajudam nosso planeta. Lembre-se: a degradação do nosso planeta está cada vez mais acelerada. Desmatamentos, queimadas, efeito estufa… Isso tudo já está influenciando na sua vida e influenciará ainda mais na vida de seus filhos e netos. Compre somente portas de madeira reflorestada e certificada. Pense nas gerações futuras!

2 – MEDIDAS
Meça todas as aberturas em que serão instaladas as portas de madeira. Surpresas nessa fase da obra são comuns e você terá tempo hábil para corrigir qualquer irregularidade com os vãos. Caso o vão seja maior, as vistas deverão cobrir os espaços entre os batentes e a parede. Caso seja menor, faça a aquisição das portas com as medidas correspondentes ao vão ou solicite que um profissional aumente o tamanho do vão.

3 – REGULAGENS
Em uma mesma residência, as espessuras das paredes nem sempre são as mesmas devido a vários fatores, como por exemplo a aplicação de reboco mais espesso em algumas partes. Utilize batentes e vistas de madeira que sejam reguláveis, pois você terá maior ganho de tempo na instalação, além dos mesmos corrigirem pequenas deformações das paredes.

4 – PRATICIDADE
Além do fator estético, os acabamentos proporcionam maior durabilidade às portas. Opte por portas de madeira já acabadas (impressas) e inclua praticidade na sua obra. Escolha entre os padrões de acabamentos Famossul o que mais combina com a sua residência. É economia aliada à praticidade.

5 – PADRÃO CONSTRUTIVO
Atualmente, existem três configurações internas de construção para as portas de madeira. Defina a melhor opção para a sua residência.

Porta Colmeia: Formação interna de materiais ecológicos e desenho que lembra uma colmeia, esse padrão oferece o melhor custo-beneficio do mercado na aplicação de portas de madeira para o interior de sua residência. Esse padrão tem como diferencial o peso reduzido das portas. É utilizada em ambientes internos.

Porta Semi-sólida (Porta Semi-oca ou Porta Sarrafeada): Com maior resistência estrutural, esse padrão conta com sarrafos longitudinais no seu interior. A disposição estratégica dos mesmos permite estabilidade nas superfícies. É utilizada em ambientes internos.

Porta Maciça (Porta Sólida): Produzida a partir de painéis maciços de madeira reflorestada, confere mais resistência a impactos. É indicada para uso interno.

6 – PRAGAS
Os cupins não fazem distinção de madeira — consomem todos os tipos. Observe se o local da compra apresenta vestígios de cupins e, constatando que sim, não efetue a compra nesse local, pois além de comprometer a qualidade e a durabilidade da porta de madeira, você levará um exército de pragas para dentro da sua residência.

7 – INSTALAÇÃO
No momento da instalação, tanto as portas de madeira já acabadas quanto as não acabadas necessitam de cuidados. Por isso, contrate um profissional qualificado e de sua confiança, alguém que manuseie com cuidado e instale as portas de maneira correta. A má instalação das portas pode acarretar no enfraquecimento do montante estrutural ou danificar seu acabamento, fazendo com que as portas não tenham o tempo de vida útil que deveriam ter.